Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Praça da Vila Beatriz, em Maracajá vai ganhar um Coreto

Publicado em 28/09/2022 às 11:28 - Atualizado em 28/09/2022 às 11:28

Aos poucos Maracajá vai celebrando novas conquistas. São diversas obras em andamento, pavimentação de estradas, construção de uma nova escola, revitalizações de espaços públicos, entre outras ações realizadas pela Administração Municipal.

A parceria público-privada implantada nesta gestão tem gerado bons frutos. Nesta terça-feira, dia 27/09, mais uma boa notícia para a comunidade maracajaense. O empresário João Batista dos Santos, filho do saudoso empresário João Tomaz Mendonça (João do Cascalho), vai doar todo material e mão de obra para a construção de um Coreto, na Praça da Vila Beatriz. 

No início do mês o empresário procurou a primeira-dama do município, relatando que gostaria de contribuir com o município. Claudete repassou a ideia que a Administração tem desde o início da gestão, que era a construção de um Coreto. "Queríamos um espaço para realizarmos apresentações culturais e que também agregasse e impulsionasse o turismo. De pronto o Batista abraçou nosso projeto e vai fazer a doação", detalha.

Visita na Praça

O prefeito Anibal Brambila, acompanhado da primeira-dama, Claudete Brambila, do presidente do Legislativo, Rodrigo Xavier da Silva, e do empresário Batista, estiveram na Praça, conferindo e debatendo o melhor local para fazer a instalação do Coreto. "Em nome da Administração, da primeira-dama e do legislativo agradecemos ao empresário Batista por estar investindo em Maracajá, sua terra natal. Que esse gesto, seja seguido por mais pessoas da área privada, pois isso mostra a valorização e a visão de futuro, que é um município desenvolvido", disse o prefeito Brambila. 

O empresário falou do carinho que tem por Maracajá, onde seu pai construiu sua família e prosperou. "Somos gratos a essa cidade, por fazer parte da nossa história de vida. Tenho certeza que essa obra bem na entrada da cidade vai se transformar em um lindo cartão postal", comentou Batista.

O projeto já está pronto e foi desenvolvido pelo arquiteto da prefeitura, Guilherme Augusto Tomasi Rocha.

O que é um Coreto

Coreto é uma cobertura, situada ao ar livre, em praças e jardins, para abrigar bandas musicais em concertos, festas e romarias. Também é usado para apresentações políticas e culturais.

O Coreto é uma construção que ainda é observada nas cidades interioranas que conseguiram preservar esse elemento urbanístico que teve grande importância até o fim da década de 1960. Ele guarda o romantismo do tempo em que as praças eram o ponto central dos eventos da sociedade. Sua arquitetura básica é composta de planta circular, elevado em alvenaria e com cobertura.

Alguns estudiosos apontam que o Coreto nasceu na China e foi trazido para a Europa na época das Cruzadas. Outros sugerem que ele surgiu com os movimentos liberais europeus, no século XIX, como forma de democratização de espaços para oradores e apresentações musicais, onde a população pobre poderia assisti-los, por isso o formato redondo.

No Brasil, com o início das instalações dos povoados e das vilas, o centro era, em sua maioria, composto por uma capela com um espaço aberto em frente, que hoje denominamos de praça. Nesse espaço eram construídos chafarizes, para o abastecimento de água que predominaram até o fim do século XIX. Quando as praças começaram a receber o paisagismo, o coreto surgiu como elemento decorativo e tornou-se popular, com a função de entretenimento para a população e também um espaço para discursos políticos e transmissão de notícias importantes.

FONTE: https://www.cidadeecultura.com/coreto/