Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Departamento de Educação abre matrículas e rematrículas para ano letivo de 2023

Publicado em 21/11/2022 às 11:10 - Atualizado em 21/11/2022 às 11:10

O Departamento de Educação de Maracajá informa que o período de rematrícula e matrícula do ensino infantil e fundamental para o ano letivo de 2023 já está aberto. Os pais ou responsáveis por alunos que já são da rede municipal e por aqueles que pretendem ingressar em uma das unidades escolares do município devem ficar atentos às datas de rematrícula e matrícula.

 

A renovação da matrícula segue até o dia 18/11, sendo que para alunos da própria unidade escolar, a vaga está garantida, mas a matrícula será efetivada mediante a atualização dos dados cadastrais. As escolas - 12 de Maio, Eulália Oliveira de Bem, Maria Libânia Machado e no Centro de Educação Infantil Margareth Maria Thomasi Rocha, estão atendendo diariamente das 7h45min às 11h45min e das 13h às 17h.

 

Na Educação Infantil, o CEI Margareth Maria Tomasi Rocha atenderá crianças de 4 meses a 3 anos e 11 meses. Será oferecido período integral ou parcial. Nas escolas 12 de Maio e Mª Libânia Machado são disponibilizadas vagas para pré-escolar - Crianças de 04 anos completos ou a completar até dia 31 de março de 2023 e crianças de 05 anos completos ou a completar até dia 31 de março de 2023.

 

No Ensino Fundamental são ofertadas vagas nas escolas 12 de Maio (1º ao 9º ano), Eulália Oliveira de Bem (4º ao 9º anos) e Maria Libânia Machado (1º ao 3º ano).

Novas Matrículas: O início das matrículas novas será de 21/11 a 1º/12. Horário: Das 7h45min às 11h45min e das 13h às 17h, diretamente nas unidades escolares.

 

Ano Letivo 2023: Conforme o diretor de Educação, Daniel de Souza, a previsão do início das aulas em 2023, é para o dia 8 de fevereiro, contudo o departamento ainda está definindo o calendário escolar. "A Secretaria de Estado da Educação está propondo um calendário unificado para as escolas estaduais e municipais, permitindo que os alunos, pais e professores de ambas as redes tenham férias no mesmo período", disse.

 

O diretor comentou que no decorrer do ano letivo podem ocorrer mudanças, porém é obrigatório o cumprimento à legislação que determina o mínimo de 200 dias letivos e 800 horas-aula.