Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Varal Solidário da prefeitura de Maracajá disponibiliza mais de 2 mil peças

Publicado em 15/06/2022 às 11:40 - Atualizado em 15/06/2022 às 11:40

Com o objetivo de ajudar a aquecer famílias que estão em situação de vulnerabilidade social, além de sensibilizar a população sobre a importância de doar agasalhos para serem distribuídos às pessoas que não têm condições de enfrentar as baixas temperaturas do Inverno, a Prefeitura Municipal de Maracajá e o Departamento de Assistência e Bem-Estar Social, promoveram nesta quarta-feira, dia 08/06, a 2ª Edição do Varal Solidário, da Campanha do Agasalho 2022. O varal solidário aconteceu no Pavilhão anexo ao Centro Esportivo Antônio da Rocha, das 9h às 17h.

 

Mais de 2 mil peças

Idealizado pela primeira-dama de Maracajá, Claudete Rocha Brambila, o Varal Solidário é um trabalho comprometido com a causa social e com o alcance de cada vez mais pessoas. "Com a criação do Varal Solidário, foi possível de maneira organizada, distribuir as peças em araras e por gênero, o que facilitou a busca das famílias. Além disso, para beneficiar um número maior de famílias, foi estipulado um número de peças de roupas por pessoa. Assim conseguimos nesta ação beneficiar cerca de 120 famílias ", detalhou.

 

As peças foram arrecadadas no decorrer do ano, na Campanha do Agasalho 2022, e também foram doadas por empresas de Maracajá como: Criativa Textil, Conwer Indústria de Confecções, Camisaria Jacktar e da ex-vereadora Suzana Rocha Borges. "Agradecemos a todas as pessoas que doaram e também aos comerciantes, que sempre colaboram com a nossa campanha", disse

 

O prefeito Anibal Brambila que esteve no local acompanhado as primeiras doações, conversou com as pessoas e elogiou a ação da Assistência Social. "A primeira-dama e a equipe do Social estão de parabéns por idealizarem esta ação, que ajuda muitas famílias, que vivem em situação de vulnerabilidade", disse. Brambila também agradeceu as doações dos comerciantes, que são parceiros da Administração. "Que bom que temos pessoas comprometidas com o próximo, tanto os colaboradores da Assistência Social, quanto aqueles que doaram as roupas", comentou.

 

 

'Sua ajuda faz a diferença'

O pequeno Enzo Gabriel, de 6 anos, foi escolher as roupas com a avó Pedra Honório. O menino pediu uma calça jeans, uma meia, um tênis e uma camiseta 'camuflada', já que seu sonho é ser policial. A primeira-dama, Claudete Brambila, fez questão de procurar as peças que o menino pediu, e ali mesmo já quis vestir. O sorriso no rosto demonstrava a alegria de ganhar uma 'roupa nova'. "Foi muito gratificante realizar o pedido deste menino. A simplicidade e a alegria dele mudou o meu dia", comentou.

 

Valdinéia Hercílio Duarte é mãe de quatro meninas e conta que as doações ajudam muito, pois algumas vezes até frio a família passa. "Recebo outros auxílios e tão importante quanto, está a doação de roupas, para passarmos o Inverno com dignidade, pois passar frio e fome é muito triste. Minha família e eu somos gratos pela Administração realizar ações como esta", citou.

 

A moradora da Vila Beatriz, Clair Santos Lucas, participava pela primeira vez do Varal Solidário. "Vim em busca de roupas quentes para minha netinha e consegui alguns casacos e sapatos. Estou muito feliz em poder ter conseguido estas peças", concluiu.

Doações

Com a previsão do tempo marcado frio intenso para os próximo dias, a diretora de Assistência e Bem-Estar Social, Cleiane Pereira de Souza, lembra que as pessoas que quiserem fazer suas doações, poderão levar até o CRAS que a equipe do Social fará a triagem e disponibilizará para as famílias que precisarem. Toda doação é bem vinda!

Colaboraram na ação: A primeira-dama, Claudete Rocha Brambila, a diretora de Assistência e Bem-Estar Social, Cleiane Pereira de Souza, a coordenadora dos Clubes de Mães e da Terceira Idade, Jucelia Noêmia Estevam Simões, a assistente social Inaiá de Oliveira da Rosa, a professora de costura industrial, Fátima Rosania Matias e as servidoras Simoni Costa, Sirlei Elias e Vera Lucia Cândido