Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Prefeito de Maracajá assina Ordem de Serviço da nova escola do Espigão Grande

Publicado em 15/12/2021 às 09:02 - Atualizado em 15/12/2021 às 09:02

A obra de uma escola tem um grande significado para uma cidade. Não se trata apenas de uma grande e moderna edificação, mas também de um local de oportunidades, onde muitas vidas serão transformadas. Assim, visando escrever uma nova história para Maracajá, a Administração Municipal iniciará 2022 com uma grande obra: uma escola para o futuro da educação dos maracajaenses.

 

A Ordem de Serviço foi assinada na última sexta-feira, dia 10/12, em uma pequena solenidade no Parque Ecológico, onde o prefeito Anibal Brambila, vice Volvei Rocha, suas esposas Claudete Brambila e Gislane Gabriel Rocha, acompanhados do diretor de Educação e Cultura, Daniel de Souza, da secretária de Administração e Finanças, Edilane Nicoleite, dos vereadores Valmir Carradore e Luiz Carlos Rocha (Kako), entre outras lideranças, receberam o secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro. Também esteve presente no ato, o representante da empresa Lajecril Artefatos de Cimento, vencedora do processo licitatório.

 

Importância da Obra

O vice-prefeito, Volnei Rocha, agradeceu ao governador Carlos Moisés, e ao secretário Vampiro, por ter articulado a liberação do recurso para uma importante obra, que é a construção da escola para o Espigão Grande. Volnei explicou a necessidade de uma nova escola. "O município dispõe de três unidades escolares para atendimento de estudantes do Ensino Fundamental, sendo que duas destas escolas foram contempladas com novas obras pelo FNDE já finalizadas e em utilização. Mas, a Escola Municipal Eulália Oliveira de Bem, possui estrutura das décadas de 1980 e 1990, iniciada com a construção dos próprios moradores. Desde o ano de 2013 a escola não consegue mais atender todos os estudantes do fundamental devido ao espaço reduzido e a estrutura precária, com isso cogitamos a reforma e fomos surpreendidos positivamente com recursos para uma escola nova e moderna, graças ao olhar atento e carinhoso da Secretaria Estadual de Educação através do secretário Luiz Fernando Vampiro ", disse.

 

O prefeito Anibal Brambila também agradeceu o governador e enalteceu o empenho do secretário Vampiro em conseguir os R$ 2 milhões para a primeira etapa da obra, já que o projeto é ainda mais grandioso e futuramente será ampliado. "Os investimentos em Educação são primordiais para oportunizar a melhoria da qualidade de vida dos munícipes e nós enquanto gestores seguiremos trabalhando para que isso seja de fato colocado em prática. Queremos uma cidade desenvolvida economicamente e com uma Educação de qualidade", relatou.

 

O objetivo, segundo o prefeito, é primeiramente a construção da escola para atender cerca de 400 alunos, do Ensino Fundamental I e II. "Também estamos pensando no futuro, onde pretendemos ofertar laboratórios de informática e ciências, playground, e área para a prática esportiva. E ainda a implantação de um Centro de Educação Infantil (CEI) e a sede do departamento de Educação e Cultura", detalhou Brambila.

 

O secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, agradeceu a receptividade dos maracajaenses e salientou a importância de investir em Educação.  "Precisamos de gestores comprometidos com a Educação, e aqui em Maracajá temos um prefeito e um vice atuante, que tem neste quase um ano à frente da prefeitura demonstrado competência ao buscar e investir os recursos no que realmente o município precisa. Que esta nova escola venha para melhorar ainda mais a Educação de Maracajá", comentou.

 

Aquisição do Terreno

Em novembro, a Administração adquiriu a área que fica localizada na Rua Antônio Manoel da Rocha, que passou por desapropriação pelo decreto  n° 165/2021 e pelo Decreto nº 167/2021. A negociação foi feita de forma amigável com o proprietário, o agricultor Eloir Manoel Nazário, por meio de indenização autorizada pela Lei nº 1298 de 04 de outubro de 2021. O investimento na aquisição da área de terra - 02 hectares (20.121,85 m²) - será de 1.008.000,00, sendo recursos próprios do município..

Projeto

A empresa Realize Arquitetura e Engenharia, de Araranguá, desenvolveu o projeto da nova escola, que terá uma área de 1.525,17 m². Onde neste primeiro momento terá 8 salas de aula com 50,00 m² cada, secretaria e banheiros. No segundo bloco terá refeitório de 375,00 m², com cozinha e banheiros.

O embarque e desembarque dos alunos direto do transporte escolar, será sobre estrutura metálica, para que em dias de chuvas e outras intempéries, os estudantes possam estar protegidos. Além disso, o espaço será arborizado. 

O custo da obra será de cerca de R$ 2.840.849,97, sendo R$ 2 milhões oriundo do Governo do Estado de Santa Catarina e o restante contrapartida com recursos do município.