---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

#saúde
Gestão permite mais áreas desinfectadas em Maracajá

Publicado em 24/03/2020 às 19:14 - Atualizado em 24/03/2020 às 19:14

O município de Maracajá poderá ter mais locais sanitizados e desinfectados do coronavírus e poderá fazer mais aplicações ao longo do combate a pandemia do covid-19. A administração municipal adquiriu um lote significativo do produto quaternário de amônia, o mesmo utilizado nas ruas e equipamentos público da China.

“Conseguiremos atuar em mais locais da cidade, por mais vezes, ao longo do combate ao vírus, a um custo menor”, explica a secretária de Administração, Marluci Vitali, que arrematou um lote de mais de 100 litros do produto químico. O volume é suficiente para ser diluído em mais de 54 mil litros d´água, capacidade para mais de 10 cargas de caminhão pipa.

Espaços públicos de Maracajá utilizados pelo Departamento de Saúde e pela administração municipal, em que se dá grande afluência de pessoas e veículos, começaram a passar pelo processo de desinfecção, nesta terça-feira (24). Na próxima semana o trabalho se repetirá, mas com os produtos adquiridos pela Prefeitura de Maracajá.

“O produto age como uma película que mata os micro-organismos que estão no local, como vírus, bactérias, fungos e ácaros, forma uma camada protetora na superfície, e mantém o local desinfetado”, informa o diretor de Saúde de Maracajá, Diogo Copetti, alertando que o trabalho não coloca em risco a integridade de pessoas e animais.

No primeiro dia de aplicação, por uma empresa contratada para o serviço, as atenções foram voltadas para o entorno do Pronto Atendimento da Unidade de Saúde Vila Beatriz, Avenida Nossa Senhora da Conceição e imediações do Cemasas., que teve sanitização de suas dependências internas, ação já executada pelo IMAS na Unidade da Vila Beatriz.