---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

#obras
Moradores de Espigão da Toca vão tirar dúvidas sobre pavimentação

Publicado em 06/11/2019 às 15:48 - Atualizado em 07/11/2019 às 11:37

Moradores da Rodovia Angelino Acordi, acesso à localidade de Espigão da Toca, impactados diretamente pela pavimentação da via, vão se reunir na noite desta quinta-feira (7), no salão comunitário, às 19h, com técnicos da Setep Construções, que executa a obra, e da Prefeitura de Maracajá, para que dúvidas sobre o andamento dos serviços sejam tiradas.

"Em obras deste porte é natural que as pessoas tenham dúvidas sobre questões técnicas e administrativas; o impacto no cotidiano dos moradores do Espigão da Toca é grande e é importante que possamos esclarecer todas as situações", comenta o prefeito Arlindo Rocha, que solicitado pela direção da empresa, convocou a reunião com os moradores.

Prejudicados pelos dias seguidos de chuvas, os serviços da Rodovia Angelino Acordi seguem em ritmo acelerado quando as condições permitem. As obras se concentram nos extremos do trecho a ser pavimentado, que é de 1,6 quilômetro. No primeiro trecho, que inicia na via marginal da BR-101, o serviço de limpeza e abertura da via está em fase final.

No lado oposto da Rodovia Angelino Acordi, proximidades do acesso ao Morro da Cruz, onde se realiza anualmente romaria na Sexta-feira Santa, o aterro da base já está praticamente conformado e serviços de implantação de galerias pluviais são executadas. Nos próximos dias deve ter início a remoção dos postes da rede de energia elétrica.

Reunião com o mesmo objetivo será realizada na quarta-feira da semana que vem, dia 13, no Centro Comunitário ao lado da igreja católica do Encruzo do Barro Vermelho, para debater e tirar dúvidas sobre a pavimentação de quase dois quilômetros das rodovias José Jovelino Costa e Alcino de Freitas. Nestas rodovias o trabalho de pré-limpeza estão em fase final.

Já o processo licitatório para pavimentação da Rodovia Manoel Antônio Pedroso, de acesso a Garajuva, avançou com parecer da Assessoria Jurídica da administração municipal para desclassificação da Vizani Construções, por utilização de unidades de medida diferentes dos estabelecidos no edital de Tomada de Preço.

A Comissão de Licitação abriu prazo à Construtora Crema, a quinta colocada no processo licitatório, se manifestar se cobre o valor da proposta da segunda colocada, já que por ser Empresa de Pequeno Porte, tem esta vantagem prevista em lei. A previsão é que a empresa vencedora da Tomada de Preços seja conhecida na próxima semana, se não ocorrer processo judicial.